Home » Artigos » Bens Quilombolas Materias e Imateriais (página 2)

Bens Quilombolas Materias e Imateriais

Quilombo do Ambrósio – Os erros grosseiros do IPHAN

Observação preliminar desta matéria, acrescida pelo MGQUILOMBO em 16.12.2011 O Gabinete da Presidência do IPHAN propôs uma reunião a ser realizada entre o seu DEPAM (Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização) e o Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais IHGMG para tratar da questão do tombamento do Quilombo do Ambrósio, cuja pauta de tratativas está sendo acertada pelas citadas ...

Leia Mais »

PRIMEIRO QUILOMBO DO AMBRÓSIO

TOMBAMENTO DA TOPONÍMIA QUILOMBOLA – CRISTAIS-MG Ante a evidência final representada pelo Processo Judicial de Demarcação da Sesmaria de Constantino Barbosa da Cunha, pedida em abril de 1765 e demarcada em maio de 1766, a colenda Câmara Municipal de Vereadores aprovou e a DD. Prefeita de Cristais-MG, Sra. Maria Elizabet Santos de Souza, decretou o tombamento da toponímia do Sítio ...

Leia Mais »

PRIMEIRA POVOAÇÃO DO AMBRÓSIO – Sítio Histórico

PRIMEIRO QUILOMBO DO AMBRÓSIO – SÍTIO HISTÓRICO DE CRISTAIS-MG Vídeo feito em 23.11.2008 pelos malugos Antônio Carias, Daniel Luiz e Tarcísio José em visita ao Sítio Histórico da Primeira Povoação do Ambrósio, no município de Cristais-MG, cujas habitaçoes e roças foram atacadas e destruídas pelo capitão Antônio João de Oliveira a mando de Gomes Freire de Andrade, no ano de ...

Leia Mais »

13 de maio em Ibiraci – MG

No último dia 13 de maio(2007), resgatando uma tradição interrompida há mais de 30 anos ( com a chegada de um novo padre na cidade ), a comunidade negra de Ibiraci realizou a procissão de Nossa Senhora do Rosário e de S.Benedito. Esta procissão que tem um histórico rico e antigo na nossa comunidade, deve ter começado na época da habilitação ...

Leia Mais »

Dona Fiotinha e a Língua da Tabatinga

Tânia T. Nakamura e Lúcio E. do E. S. Júnior Na cidade de Bom Despacho temos uma comunidade de afro-descendentes, no Bairro Tabatinga, onde reside Maria Joaquina da Silva, conhecida como “Fiotinha”, última falante de uma língua (predominantemente banto) que funcionava como espécie de código secreto para preservação de troca de informações entre o grupo.

Leia Mais »

A Língua Calunga de Patrocínio

Dialetos bantus de Minas Gerais A cada dia as Minas se descobrem mais bantu. Os secretários de cultura dos governos mineiros, no entanto, a cada dia se revelam mais distantes de nossa real cultura, ora agasalhando as lendas que negam a história, ora patrocinando uma filologia sudanesa, negada pela toponímia e pelo falar do povo mineiro.

Leia Mais »

i) Grêmios Recreativos e Escolas de Samba

Eu nunca tive dúvida de que a gênese das escolas de samba se encontra nas antigas Irmandades do Rosário. Quem tiver dúvida, leia com atenção a famosa descrição da procissão do Triunfo Eucarístico, entre outras, onde a semelhança com tudo que acontece nas atuais passarelas do samba não é mera coincidência[1] . Em Minas Gerais, a Internet oferece os dados ...

Leia Mais »