Home » Artigos » Bens Quilombolas Materias e Imateriais

Bens Quilombolas Materias e Imateriais

SETE DE SETEMBRO – DIA DA DIGNIDADE NEGRA MINEIRA

A propalada Independência do Brasil nunca passou de uma negociata entre o português Pedro I e seu pai, João VI. Essa falsa independência nos custou dois milhões de libras esterlinas (dinheiro inglês) e o título de imperador do Brasil ao português João VI, o que pretendia significar, na verdade, que se faltassem herdeiros a Pedro, outros descendentes de João, poderiam ...

Leia Mais »

DIA DA DIGNIDADE NEGRA MINEIRA

A lei nº 10639 de 2003 introduziu o artigo 26-A na lei nº 9.394 de 1996 que tornou obrigatório o ensino sobre a História e a Cultura Afro-Brasileira nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio. Porém, de que adianta isso se, na maioria esmagadora de nossos Estados, não existe um conteúdo sério e verdadeiro da História do Negro para ser ...

Leia Mais »

A toponímia quilombola dos municípios de Arcos, Pains e Formiga

O famoso Quilombo do Campo Grande, confederação quilombola cuja capital foi a Primeira Povoação do Ambrósio, que por ocasião da Guerra Quilombola de 1746 se localizava a norte do atual município de Cristais-MG, tinha então os seus quilombos confederados esparramados por todo o Centro-Oeste de Minas Gerais, abrangendo os territórios dos atuais municípios de Aguanil, Cristais, Guapé, Piumhi, Formiga, Pains ...

Leia Mais »

QUILOMBO DO AMBRÓSIO 1759 – CAMPOS ALTOS e IBIÁ, MG

O Segundo Quilombo do Ambrósio (1759) – que não se confunde com o Primeiro e nem com suas Relíquias (1746), que ficavam em Formiga, Cristais e Aguanil – se localizava mesmo em terras situadas entre Campos Altos e Ibiá.. Confira esta matéria e conhecerá documentos inéditos sobre o Segundo Quilombo do Ambrósio.

Leia Mais »

QUILOMBO DO AMBRÓSIO – O IPHAN ACEITOU CONVERSAR

Ante a continuada idiossincrasia de sucessivos diretores e presidentes do IPHAN – como se comprova nas várias matérias publicadas neste MGQUILOMBO – o pesquisador Tarcísio José Martins passou a se utilizar do Serviço de Informação ao Cidadão (SIc) do próprio IPHAN, obtendo, numa primeira vez, uma cópia, de capa a capa, do processo de Tombamento do Quilombo do Ambrósio (nº ...

Leia Mais »

IPHAN = Impostura e Prepotência Históricas, Arrogantes e Nebulosas

Segundo o artigo 2º, §1º, do seu Regimento Interno, o IPHAN deveria ter “como missão promover e coordenar o processo de preservação do patrimônio cultural brasileiro visando fortalecer identidades, garantir o direito à memória e contribuir para o desenvolvimento sócio-econômico do País”, sendo que sua finalidade deveria ser a de “preservar, proteger, fiscalizar, promover, estudar e pesquisar o patrimônio cultural ...

Leia Mais »

Morro das Balas, Palanque do Quilombo do Ambrósio, 1746

O misterioso Morro das Balas, em Formiga-MG, foi tombado pelo Decreto Municipal nº 5.682 de 20 de novembro de 2012, assinado pela Secretária de Cultura, Sra. Maria R. de Andrade O. Figueiredo, e Prefeito Municipal, Sr. Aluísio Veloso da Cunha, em razão de estar situado ao centro de um conjunto toponímico que, abrangendo as cidades mineiras de Arcos, Pains, Formiga ...

Leia Mais »

FALA SÉRIO, IPHAN!

Sobre a matéria “IPHAN quer fazer História de Minas Gerais com Carteiradas de Autoridade”. Sabe com quem está falando? Aqui é o IPHAN. Só o IPHAN sabe. Só os historiadores do IPHAN podem decidir o que é e o que não é História. Só os arqueólogos do IPHAN é que podem decidir o que é e o que não é ...

Leia Mais »

Quilombo do Ambrósio – 1746

O historiador Tarcísio José Martins disponibilizou artigo contendo numa ordem lógica e/ou cronológica os documentos –  alguns inéditos –  por ele mesmo transcritos para o português atual, com vistas a privilegiar o estudo de História, Sociologia, Geografia, Arqueologia etc.,  sobre a guerra quilombola de 1746, contra o Primeiro Quilombo do Ambrósio, localizado em palcos das atuais cidades de Formiga-MG e ...

Leia Mais »