Home » Artigos » Bens Quilombolas Materias e Imateriais » SETE DE SETEMBRO – DIA DA DIGNIDADE NEGRA MINEIRA

SETE DE SETEMBRO – DIA DA DIGNIDADE NEGRA MINEIRA

A propalada Independência do Brasil nunca passou de uma negociata entre o português Pedro I e seu pai, João VI. Essa falsa independência nos custou dois milhões de libras esterlinas (dinheiro inglês) e o título de imperador do Brasil ao português João VI, o que pretendia significar, na verdade, que se faltassem herdeiros a Pedro, outros descendentes de João, poderiam ser reis do Brasil. Isso, como se vê, ofenderia perpetuamente a dignidade do Povo Brasileiro. Mas, finalmente, a Casa caiu. Em 15 de novembro de 1889 esses mandriões monarquistas foram postos para fora do Brasil. Então porque sete de setembro seria o Dia da Dignidade Negra Mineira?

Acontece que essa data já estava profeticamente consagrada no Brasil desde o ano de 1759, pois a SETE DE SETEMBRO desse ano, o Rei Ambrósio e seus bravos quilombolas morreram na encarniçada batalha do Quilombo da Pernaíba, localizado a nordeste da atual cidade Patrocínio – MG. Clique aqui e confira toda a matéria.

Negro Feiticeiro – Quadro de Debret, 1828

Viva o Rei Ambrósio! Viva a Confederação Quilombola do Campo Grande!