Home » Artigos » Bens Quilombolas Materias e Imateriais » Morro das Balas, Palanque do Quilombo do Ambrósio, 1746

Morro das Balas, Palanque do Quilombo do Ambrósio, 1746

O misterioso Morro das Balas, em Formiga-MG, foi tombado pelo Decreto Municipal nº 5.682 de 20 de novembro de 2012, assinado pela Secretária de Cultura, Sra. Maria R. de Andrade O. Figueiredo, e Prefeito Municipal, Sr. Aluísio Veloso da Cunha, em razão de estar situado ao centro de um conjunto toponímico que, abrangendo as cidades mineiras de Arcos, Pains, Formiga e Cristais, indica os sítios a serem pesquisados os vestígios do famoso Palanque defensor do Quilombo do Ambrósio, atacado pelas tropas do Capitão Antônio João de Oliveira, a mando do governador Gomes Freire de Andrade, no ano de 1746. Confira a divulgação feita pelo site da Prefeitura Municipal de Formiga – MG.

Clique aqui e confira o Decreto nº 5.682 de 20 de novembro de 2012, cujos dizeres foram imortalizados em uma placa de aço afixada no local.

OBS.1: A única observação que interpomos sobre o texto publicado é a de que o Rei Ambrósio NÃO morreu em 1746, sendo isto uma mentira que Inácio Correia Pamplona divulgou através da carta da Câmara de Tamanduá à Rainha, em 1793. Confira documento que comprova que somente em 1759 o Rei do Quilombo do Ambrósio foi contado entre os mortos. Confira.

OBS.2: Confiira, ainda, a matéria “A toponímia quilombola dos municípios de Arcos, Pains e Formiga“, onde a antiguidade desses topônimos é confirmada por cartografia e documentos arquivados do APM.